Big Data: mocinho ou vilão?

Big Data: mocinho ou vilão?

Não existe limite para o Big Data – “termo usado para o crescimento, disponibilidade e uso exponencial de informações estruturadas e não estruturadas”. O que era um simples armazenamento de dados, mesmo que em grandes volumes gerenciados com velocidade, hoje contribui até com a previsão do futuro. Kira Radinsky, de 27 anos, desenvolveu um algoritmo com o qual ela previu até a epidemia de cólera em Cuba. Tudo baseado em dados que se transformaram em informações.

Os dados coletados todos os dias são uma mina de ouro. Antes, suas ligações telefônicas eram registradas apenas para efeitos de cobrança. Hoje, a partir desse registro, companhias telefônicas traçam até seu perfil para oferecer ofertas adequadas – e vender mais.

Parece assustador, e é. Porém, muitos não se dão conta de que cedem tantas informações sem se preocuparem. Ao preencher um cadastro nas redes sociais, você alimenta o big data. Não só com seus dados pessoais, mas com sua opinião, o que gosta e o que fez nos últimos dias.

Colocado dessa forma, ele pode até parecer um vilão, mas não é. Os dados coletados podem beneficiar pessoas e empresas, mas desde que sejam armazenados da maneira correta.

Empresas que possuem dados de seus clientes armazenados sem segurança têm grandes probabilidades de sofrer grandes prejuízos por processos se eles vazarem, afinal, todos têm direito a privacidade. Mesmo que o cliente tenha autorizado a utilização dos seus dados, é dever da empresa mantê-los em sigilo.

Hoje, apenas 35% das empresas que foram entrevistadas em pesquisas são capazes de detectar quando seus dados são violados em questão de minutos para evitar a sua perda (pesquisa divulgada pela McAffe).

Na mesma pesquisa foi constatado que as empresas são vulneráveis a falhas de segurança principalmente porque não sabem armazenar e analisar seus dados da maneira correta. Também, não é para menos – apenas especialistas em TI podem traçar a melhor estratégia de armazenamento.

A pesquisa também revelou que 22% das empresas leva cerca de 1 dia para detectar a falha. 5% podem levar até uma semana. A essa altura, o estrago já está feito.

Se você armazena dados de seus clientes, fique atento. Procure uma empresa de TI que possa cuidar dos seus dados de forma correta e segura, afinal, essa não deve ser uma preocupação da sua empresa, e sim de um especialista em TI.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Innovision. Nós estamos há mais de 17 anos consolidados no mercado e podemos instruir a sua empresa da melhor forma. Para saber o que mais uma empresa de TI pode fazer pelo seu negócio, clique aqui.

Para auxiliar os empreendedores, nós criamos uma página no Facebook e um grupo no Linkedin. Assim, você pode acompanhar as novidades eletrônicas e empresariais para ficar por dentro de tudo que está acontecendo no mundo tecnológico. Basta clicar para participar.

0 Comments

Leave Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A SUA EMPRESA ESTÁ COM PROBLEMAS NO AMBIENTE DE TI?

A partir de uma consultoria com foco no seu negócio, avaliaremos o ambiente e operação de TI atuais e, junto com o gestor responsável, apresentaremos um plano de recomendação do ambiente tecnológico que irá gerar o melhor resultado financeiro para a sua empresa.

PARA MAIS INFORMAÇÕES

(11) 2789 -9944
rh@innovision.com.br | financeiro@innovision.com.br | comercial@innovision.com.br

Endereço: Rua Funchal, 411- 5º andar - Vila Olímpia - São Paulo - SP - Brasil