Categorias

Hora da “Operação Lava-jato” na TI da minha empresa

 

TI é um dos assuntos mais comentados na sua empresa?

O gestor de TI vive “apanhando” da diretoria e não tem tempo para nada?

Quando surge alguma demanda relacionada a TI, o colaborador faz “cara feia” ou usa expressões como: “xiii….”, “de novo”, “vou chorar”, “perdi meu dia”, “melhor pedir a ajuda do meu cunhado”, “vou trabalhar em casa”, “meu chefe vai me matar”?

 

Há muito tempo, a economia do nosso país dava sinais de que algo muito errado estava acontecendo. E, sem considerar aspectos partidários, tudo de errado veio à tona depois de iniciada a chamada “Operação Lava-jato”. Foi necessário o início de uma investigação profunda para que se identificassem as causas da grave crise por que passamos.

Nossas empresas estão sofrendo demais as consequências de uma economia em recessão.

Vamos aproveitar o momento, “virando o jogo” ao transformarmos TI de PROBLEMA para SOLUÇÃO e ajudarmos nossas empresas a saírem da crise?

 

Você pode me dizer: “OK…OK…Mas por onde eu começo?”

 

E eu vou dar algumas dicas de como VOCÊ pode conduzir este processo:

  • CONSCIÊNCIA

Pare um tempo para refletir que este processo não pode ser feito no “automático”. Você vai ter que se conscientizar da importância dele e deverá tratá-lo em processo semelhante ao das “aulas de auto-escola”, tirando o carro do ponto-morto até poder engatar a 5ª marcha, quando irá entrar em velocidade de cruzeiro. E certamente o carro vai “engasgar e morrer” em alguns momentos.

  • PERISCÓPIO

Já consciente da importância deste processo, você precisa largar um pouco da operação, ter uma visão do alto, com amplitude de 360º e audição aguçada. É a hora de ouvir os usuários de TI e todos os níveis hierárquicos e coletar suas opiniões, principalmente no que se refere aos impactos na operação que TI tem causado. É a hora de usar as ferramentas possíveis para levantamento de informações operacionais e técnicas, como softwares de inventário, pesquisas de opinião, auditoria e registro de chamados.

  • ORGANIZAÇÃO DOS DADOS

Os dados foram produzidos e agora é a hora de organizá-los. Sugiro que, no mínimo, você os agrupe da seguinte maneira:

  • Infraestrutura (Instalações elétricas e Redes de Dados/Voz/Vídeo, com e sem fio)
  • Ambiente de Missão Crítica (Servidores e Segurança da Informação)
  • Ambiente de usuários (em alguns casos separar o ambiente de produção)
  • Operação/SLAs

Você vai perceber que esta segmentação é importante, ainda mais quando tiver que manipular os dados.

  • ANÁLISE DOS DADOS E IMPACTO NO NEGÓCIO

Agora que você está com as informações que levantou devidamente mapeadas é importante iniciar uma análise, mas não do ponto de vista do especialista de TI e sim do GESTOR DE TI ESTRATÉGICO! Como??? Não trabalhe para chegar a um diagnóstico do tipo: “os computadores da empresa estão ultrapassados”.

Sua conclusão deve ser algo assim: “os computadores da empresa estão ultrapassados, apresentando lentidão mas há um parque heterogêneo na empresa. Podemos melhorar a performance ao efetuarmos uma redistribuição de acordo com o perfil do usuário, visto que há usuários com recursos sobrando e outros com falta. Sugerimos a renovação de 10% do parque para evitar que a operação de logística – por exemplo…- sofra impactos, como tem acontecido no último ano. Levantamentos preliminares que efetuamos junto à área financeira demonstram que o prejuízo causado neste tema e período, correspondem ao que seria o valor da renovação de mais de 50% dos computadores”.

  • PLANEJAMENTO

Bem…A proposta deste texto é de TRANSFORMAR A TI DE PROBLEMA PARA SOLUÇÃO, correto????

Aí realmente não escaparemos da fase do planejamento. O fato é que se ele existisse e estivesse sendo acompanhado, não teríamos que fazer esta ação investigativa. Quem sabe no futuro você poderá simplesmente gerir a TI, de maneira automatizada e com indicadores claros e importantes para o negócio da sua empresa?

Então…”MÃOS À OBRA”!!! Já começamos nosso planejamento quando efetuamos a análise dos dados de acordo com o impacto no negócio. Agora é propor soluções com as melhores relações entre investimentos e benefícios, classificadas de acordo com a ordem de prioridade. Se tiver condições, já complemente com a visão de plano de ação, com responsáveis, recursos necessários e prazos.

 

UMA AJUDA PRA VOCÊ: Clique aqui para baixar um guia com os problemas de TI mais encontrados nas empresas. Ele poderá ajudar na realização deste trabalho.

Aproveito a oportunidade para convidar os gestores de TI a fazerem parte de um grupo criado no Linkedin justamente pra discussão de pontos como os abordados neste texto: Gerente de TI Estratégico ? https://www.linkedin.com/groups/6672629

Obrigado!

0 Comments

Leave Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A SUA EMPRESA ESTÁ COM PROBLEMAS NO AMBIENTE DE TI?

A partir de uma consultoria com foco no seu negócio, avaliaremos o ambiente e operação de TI atuais e, junto com o gestor responsável, apresentaremos um plano de recomendação do ambiente tecnológico que irá gerar o melhor resultado financeiro para a sua empresa.

PARA MAIS INFORMAÇÕES

(11) 2789 -9944
rh@innovision.com.br | financeiro@innovision.com.br | comercial@innovision.com.br

Endereço: Rua Funchal, 411- 5º andar - Vila Olímpia - São Paulo - SP - Brasil