Categorias

Estruturação da TI: se não souber onde estou, não saberei para onde ir

Diretamente do País das Maravilhas….(Não…Não é o Brasil atualmente, como você imaginou, infelizmente…)

“Aonde fica a saída?”, Perguntou Alice ao gato que ria.
”Depende”, respondeu o gato.
”De quê? ”, replicou Alice;
”Depende de para onde você quer ir…”

Quem não se lembra desta famosa passagem da estória que ninguém esquece?

As pessoas lembram da Alice, do coelho, do Chapeleiro Maluco…, Mas muitas vezes se esquecem da riqueza dos ensinamentos destas estórias.

Que tal trazermos este velho ensinamento para o nosso avançado mundo tecnológico?

Vamos olhar para a área de TI da sua empresa…E aí eu pergunto…PARA ONDE VOCÊ QUER IR?

Imediatamente já sei que você vai me dar algumas prontas respostas:

  • Ter um ambiente estável, parando de “apagar fogueiras”;
  • Ser o departamento mais elogiado da empresa ao invés de conviver com reclamações dos usuários;
  • Tornar a sua área de TI estratégica para a empresa;
  • Ter domínio de todo o ambiente e gerenciá-lo de maneira automatizada;
  • Sua estrutura de TI seja segura, disponível e com capacidade de absorver as demandas do negócio;
  • Entregar o melhor nível de serviço para seus clientes internos!

E respostas como estas serão dadas aos montes, carregadas de ótimas intenções!

Certamente estas metas são atingíveis, até porque tenho muitos clientes que já chegaram lá. E talvez vários de meus leitores já chegaram neste nível.

Agora se você não for um deles, vou dar algumas dicas de como pode chegar lá.

O 1º grande passo é IDENTIFICAR OS PROBLEMAS que sua TI possui.

Você precisa saber onde está. A partir daí vai ficar mais fácil de enxergar o caminho para onde você quer ir.

Em se tratando de ambiente tecnológico, vamos aos temas principais:

  • Infraestrutura elétrica e de telecomunicações

Vocês não imaginam a quantidade de problemas que são originados no ambiente tecnológico da empresa, tanto pela parte elétrica quanto do cabeamento. Portanto corram atrás das plantas, layouts, “as-builts”, certificações e todo o tipo de documentação das suas instalações.

Os circuitos elétricos precisam ser específicos para as instalações de TI, com o aterramento adequado e tomadas devidamente polarizadas. A utilização de estabilizados e no-breaks é altamente recomendável.

No cabeamento é imprescindível que um processo de certificação tenha sido feito por uma empresa idônea, com equipamento (pentascanner) devidamente calibrado. Já vi muitas certificações sendo apresentadas a partir de cabos que não eram aqueles que estavam instados. Inacreditável. Mas acontece e não é pouco.

  • Inventário de hardware e software

A quantidade de empresas que não dispõe destas informações devidamente atualizadas é muito grande. Gestão de ativos é um problema para quase todo mundo. A boa novidade é que hoje há softwares que fazem este processo de maneira automática, como o Kaseya ou Microsoft SAM.

Uma atenção especial não só ao controle do que está instalado, mas também as licenças que você adquiriu. Elas precisam bater. Uma multa de um software não licenciado corretamente pode chegar a 3000 vezes o valor do software. Não dá para brincar. Veja a política de licenciamento de cada fabricante, incluindo contratos, notas fiscais e acesso a portais de controle.

  • Histórico de ocorrências

A melhor alternativa é você dispor de um software de controle dos chamados e ele estar sendo corretamente utilizado, de maneira a você poder identificar as causas da maior parte dos incidentes e problemas que acontece na sua empresa. Se usá-lo aplicando “SLAs” (acordos de nível de serviço) e controlando produtividade da equipe técnica, muito melhor! Mas, na falta dele, planilhas de controle ajudam, juntamente com entrevistas com os principais usuários de TI.

  • Budget e controles financeiros

Não há nenhum item que possa ser mais lembrado numa empresa do que os que se referem a custos, não é mesmo? E TI não vai escapar!!! Risos

Mas se a empresa conseguir enxergar TI como investimento e não custo, é sinal que o gestor de TI está indo bem demais!

  • Documentações

Senhas, configurações do ambiente, listas de contatos de equipes internas e externas, organogramas, processos, controles de garantias, e tudo mais que deve estar muito bem registrado para fácil acesso quando necessário.

Se você conseguiu reunir todo este material…PARABÉNS!!!

Você adquiriu a bússola de que necessitava para “descobrir o seu NORTE”

Agora vai ficar muito mais fácil de você descobrir ONDE QUER IR!!!

Eu e minha equipe desenvolvemos um guia para levantamento de informações dos ambientes tecnológicos de nossos clientes. Tem sido constantemente atualizado e pode ajudar muito aqueles que precisam fazer este trabalho. E gostaria de disponibilizá-lo para você, gratuitamente. É só clicar aqui para baixá-lo. 

E já que falamos de um de muitos problemas de TI que acontecem nas empresas, que tal você refletir a respeito do assunto?

– Se quiser uma ajuda, clique aqui para baixar um guia com os problemas de TI mais encontrados nas empresas.

Obrigado!

0 Comments

Leave Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A SUA EMPRESA ESTÁ COM PROBLEMAS NO AMBIENTE DE TI?

A partir de uma consultoria com foco no seu negócio, avaliaremos o ambiente e operação de TI atuais e, junto com o gestor responsável, apresentaremos um plano de recomendação do ambiente tecnológico que irá gerar o melhor resultado financeiro para a sua empresa.

PARA MAIS INFORMAÇÕES

(11) 2789 -9944
rh@innovision.com.br | financeiro@innovision.com.br | comercial@innovision.com.br

Endereço: Rua Funchal, 411- 5º andar - Vila Olímpia - São Paulo - SP - Brasil